Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu,

da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada
para o seu marido. Apocalipse 21.2 (NVI)

Destaques

 
Desmascarando a besta, o profeta, a meretriz e o dragão PDF Imprimir E-mail
Escrito por Diversos Autores   
Sáb, 20 de Outubro de 2012 23:39
1382876 candlelightO conflito visível entre a igreja e o mundo é um reflexo do conflito invisível entre a luz e as trevas, o bem e o mal, Cristo e o Diabo.

A perseguição, a religião falsa e ilusória, juntamente com a sedução do bem estar e satisfação da carne são os agentes do arquiinimigo, a antiga serpente, o Dragão.

O Dragão, que é Satanás, está por trás da promessa de paz, prosperidade e prazer, dispersando a Promessa do Messias. Quem se deixa fascinar pela sedução da Besta, já tem gravado em seu coração o número da besta, número de homem, ou seja, 666.

Mas, este é um mero número, um estilo de vida centrado nas falsas promessas do mundo.

Última atualização em Dom, 21 de Outubro de 2012 13:27
 
Apocalipse e Sofrimento PDF Imprimir E-mail
Escrito por Pr. Edjardes Alves Santos   
Dom, 14 de Outubro de 2012 03:10
tristezaNós não gostamos de sofrer, talvez este seja um dos motivos que nos leva a ter tanto pavor a respeito do fim descrito em Apocalipse.

Leia o livro e você vai encontrar dor, peste, fome, catástrofes, perseguição e morte aos montões à medida que os sete selos são abertos. Tribulação e provação vêm sobre toda terra inclusive sobre os escolhidos de Deus.

Nós não gostamos disto. Se estamos buscando a Deus achamos que Ele devia nos poupar de todo sofrimento. De fato, Ele nos livra de dores que nem imaginamos, mas não nos livra de todas. Na realidade ele usa as tribulações para limpar e purificar sua igreja.

Entenda: para quem não tem Jesus o sofrimento é um castigo, uma punição. Mas para quem o tem, o sofrimento é uma ferramenta preciosa para crescimento, é o fogo que purifica o ouro.

Para quem está em Cristo o fim não é assustador, mas desejável. Representa completa redenção, representa a vitória final.

Querido(a) não olhe para trás, não desista, não inveje a sorte dos ímpios. Olhe somente para Cristo.

Última atualização em Dom, 14 de Outubro de 2012 03:20
 
Não odeie, ame PDF Imprimir E-mail
Escrito por Adaptado www.lpc.org.br/cada-dia   
Sex, 05 de Outubro de 2012 22:30
Ame, não odeie"O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões" (Pv.10.12)

Tanto o ódio quanto o amor brotam do coração. São opostos e produzem resultados diferentes. Se o ódio excita contendas, o amor cobre as transgressões. Se o ódio afasta as pessoas, o amor as aproxima. O ódio é irracional e avassalador, mas destrói primeiro quem o nutre. É como beber um copo de veneno pensando que o outro é quem vai morrer. O amor, porém, tem origem diferente e produz frutos diferentes.

O amor procede de Deus e seu resultado não é maldizer o próximo nem jogar uma pessoa contra outra, mas abençoá-las protegê-las e reconciliá-las. O amor é paciente com os erros dos outros e benigno com as pessoas, mesmo em suas fraquezas. Quem ama protege a pessoa amada. Quem ama cobre as transgressões do outro e proclama suas virtudes. Quem ama tira os holofotes de si para enaltecer o próximo. O ódio traz o DNA da morte, mas o amor é fonte da vida.

Não odeie, ame. Não seja um instrumento de contendas, mas um agente da reconciliação.

 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 Próximo > Fim >>

Página 28 de 28